TJ-PR libera continuidade da licitação dos táxis em Curitiba

Táxi Curitiba (Foto: Luiz Costa / Arquivo / Prefeitura de Curitiba)Licitação tenta reduzir a falta de táxis na cidade
(Foto: Luiz Costa / Arquivo / Prefeitura de Curitiba)
O Tribunal de Justiça do Paraná liberou, na tarde desta sexta-feira (28), o andamento da licitação para liberar 750 novas licenças para taxistas na cidade. O processo estava suspenso após uma decisão de primeira instância, tomada na segunda-feira (24), em primeira instância.
A licitação iniciada no fim de 2013 tem como objetivo reduzir o crônico problema da falta de táxis nas ruas da capital paranaense. Atualmente, a cidade tem 2.252 taxistas cadastrados e prestando o serviço. Porém, esse número é o mesmo, desde a década de 1970. O aumento também pretende melhorar o atendimento dos táxis durante a realização da Copa, em junho.
Com a decisão, a Urbs, que está organizando a licitação, abriu um novo prazo de recursos para quem ficou fora da primeira lista com 640 licenças, divulgada há uma semana. Quem se sentiu prejudicado, poderá protocolar os requerimentos junto à Urbs entre os dias 31 de março e 4 de abril.
Os dias de suspensão também alteraram o cronograma da Urbs para que os táxis estejam nas ruas da cidade. A estimativa agora é que os carros passem a rodar até o fim do mês de maio.
Inscritos
Conforme a prefeitura, do total de inscritos, 1.919 foram classificados para concorrer às vagas abertas. Os demais foram desclassificados por não atenderem a critérios técnicos.
Ainda segundo a prefeitura, entre as 750 autorizações que serão emitidas, 700 são para táxis comuns, 20 para táxis especiais compartilhados e 30 para táxis para pessoas com deficiência.
Os novos taxistas terão direito a uma licença de 30 anos. A outorga prevê que a prefeitura receba todos os anos o valor equivalente a 500 quilômetros rodados. A lista completa dos vencedores da licitação pode ser acessada no site da Urbs.
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.