Sob chuva na Malásia, Lewis Hamilton faz a pole e Massa é eliminado no Q2

A típica chuva do fim de tarde em Kuala Lumpur, na Malásia, resolveu cair com força neste sábado, tumultuando o treino classificatório que definiu o grid da corrida deste domingo, que será ás 5h (horário de Brasília).

Em uma atividade marcada pelo atraso em seu início, rodadas e até batidas, a série de imprevistos não impediu a Mercedes de comprovar seu favoritismo e mostrar que é a equipe a ser batida neste começo de temporada. Com uma atuação impecável, Lewis Hamilton anotou sua segunda pole position em duas etapas em 2014. Já seu companheiro Nico Rosberg, vencedor do GP da Austrália e líder do campeonato, acabou surpreendido por um inspirado Sebastian Vettel. Após os problemas na 1ª etapa, o tetracampeão da RBR voltou a brilhar, arrancando o segundo lugar no grid no Circuito Internacional de Sepang. Fernando Alonso, que por pouco não abandonou o treino após quebrar a suspensão de sua Ferrari ao bater na STR de Daniil Kvyat, conseguiu voltar à pista graças ao rápido trabalho do time italiano e ainda emplacou um quarto lugar. 


Lewis Hamilton no treino classificatório para o GP da Malásia (Foto: Getty Images)Lewis Hamilton deixou os adversários para trás no treino classificatório para o GP da Malásia (Foto: Getty Images)

Em mais uma classificação disputada sob chuva, a Williams voltou a mostrar a instabilidade apresentada em Melbourne na pista molhada. Felipe Massa teve muitas dificuldades para controlar o FW36. Além disso, no Q2, uma escolha errada de pneus da equipe, que apostou nos intermediários ao contrário dos demais times, fez o piloto perder minutos preciosos. No fim, já com compostos de chuva extrema novamente, o brasileiro teve apenas mais uma tentativa de volta rápida, e não conseguiu passar do 13º tempo, ficando fora da disputa da superpole. Seu companheiro de equipe, Valtteri Bottas, fechou em 15º, evidenciando a limitação do carro britânico em condições adversas. O finlandês, no entanto, terá que largar em 18º, pois foi punido com a perda de três posições no grid por ter atrapalhado Daniel Ricciardo, da RBR, no Q2.
Felipe Massa com a Williams no treino classificatório para o GP da Malásia (Foto: Reuters)Williams cai de rendimento na chuva e Felipe Massa não passa do 13º lugar no grid de largada (Foto: Reuters)

Mini headers treino classificatórios fórmula 1 - Q1 (Foto: Editoria de arte)


A chuva resolveu cair – e muito forte – pouco antes da hora marcada para o início do treino classificatório. Com a pista encharcada e muita neblina, a direção de prova optou por adiar o começo da atividade. Quase uma hora depois, a chuva deu uma trégua e o pilotos foram autorizados a irem para a pista. Com uma ótima drenagem do asfalto e o calor forte em Sepang, muitos competidores optaram logo de cara pelos pneus intermediários.
A Mercedes correu para mandar seus pilotos para a pista primeiro. E Rosberg e Hamilton confirmaram a superioridade das Flechas de Prata ao anotarem os melhores tempos do Q1 (1m57s183 e 1m57s202, respectivamente). Vettel foi quem mais se aproximou deles, quatro décimos atrás. Apesar das dificuldades com o carro da Williams, Felipe Massa avançou com tranquilidade, em nono. 

Sueco acerta placa de publicidade
Faltando poucos segundos para o fim do Q1, o sueco Marcus Ericsson perdeu o controle de sua Caterham ao tocar na zebra na traiçoeira pista molhada e bateu, carregando para a pista detritos do carro e isopores de uma placa de publicidade. O acidente encerrou precocemente esta parte do treino, tirando as chances de Pastor Maldonado (Lotus), Adrian Sutil (Sauber), Jules Bianchi (Marussia), Kamui Kobayashi (Caterham), Max Chilton (Marussia) e o próprio Ericsson tentarem uma vaga no Q2.
Mini headers treino classificatórios fórmula 1 - Q2 (Foto: Editoria de arte)


Alonso bate em STR e quebra suspensão
As condições climáticas voltaram a piorar no início do Q2 forçando os pilotos a usarem os pneus para chuva extrema. Com a visibilidade reduzida, Alonso não viu a aproximação de Daniil Kvyat e tocou sem querer na STR do jovem russo. O choque quebrou a suspensão da Ferrari do espanhol. Mas a equipe italiana trabalhou rapidamente, consertou a peça danificada e mandou o bicampeão de volta à pista em poucos minutos.

Massa não consegue avançar para Q3
Com Massa fora da zona de classificação, a Williams arriscou colocar pneus intermediários no carro do brasileiro. Mas a escolha se mostrou equivocada e o piloto perdeu um tempo precioso em busca de uma vaga no Q3. De volta à pista com compostos de chuva, o brasileiro teve apenas mais uma tentativa para marcar tempo e  acabou conseguindo apenas o 13º lugar, ficando fora da superpole. Seu companheiro de equipe, Bottas, ficou atrás, em 16º, comprovando a dificuldade do carro britânico na pista molhada. Também foram eliminados: Daniil Kvyat (STR), Esteban Gutiérrez (Sauber), Sergio Pérez (Force India) e Romain Grosjean (Lotus).
Hamilton liderou o Q2 com 1m59s041 e Rosberg fez o terceiro tempo. A dupla da Mercedes teve a companhia dos carros da RBR no pelotão da frente. Vettel foi o segundo e Ricciardo, o quarto. Fecharam os classificados: Hulkenberg (Force India), Alonso (Ferrari), Raikkonen (Ferrari), Button (McLaren), Magnussen (McLaren) e Vergne (STR).
Mini headers treino classificatórios fórmula 1 - Q3 (Foto: Editoria de arte)

No Q3, com exceção da dupla da McLaren, que optou pelos intermediários, todos os demais pilotos preferiam os pneus de chuva extrema. Mas a pista seguia muito molhada e Magnussen retornou aos boxes para trocar seus compostos. Button preferiu insistir em sua escolha e acabou pagando caro depois.
Raikkonen foi o primeiro a marcar tempo, ainda acima da casa dos 2min. Em seguida, Hamilton emplacou uma boa volta (1m59s431) e assumiu a ponta. Vettel quase bateu o tempo do britânico, ficando apenas a 0s055. Na sequência, apareciam Alonso e Rosberg. Nos minutos finais, a chuva apertou bastante, impedindo os pilotos de ameaçarem a pole de Lewis. Mesmo assim, Rosberg ainda conseguiu encaixar uma boa volta e “roubou” a terceira posição do espanhol da Ferrari.
Header_Q1 Fórmula 1 - largada (Foto: Editoria de arte)

1) Lewis Hamilton (ING/Mercedes) 1m59s431
 2) Sebastian Vettel (ALE/RBR-Renault) 1m59s486  
3) Nico Rosberg (ALE/Mercedes) 2m00s050  
4) Fernando Alonso (ESP/Ferrari) 2m00s175  
5) Daniel Ricciardo (AUS/RBR-Renault) 2m00s541  
6) Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) 2m01s218 
7) Nico Hulkenberg (ALE/Force India-Mercedes) 2m01s712  
8) Kevin Magnussen (DIN/McLaren-Mercedes) 2m02s213  
9) Jean-Eric Vergne (FRA/STR-Renault) 2m03s078  
10) Jenson Button (ING/McLaren-Mercedes) 2m04s053  
11) Daniil Kvyat (RUS/STR-Renault) 2m02s351  (Q2)
12) Esteban Gutiérrez (MEX/Sauber-Ferrari) 2m02s369  (Q2)
13) Felipe Massa (BRA/Williams-Mercedes) 2m02s460  (Q2)
14) Sergio Pérez (MEX/Force India-Mercedes) 2m02s511  (Q2)
15) Romain Grosjean (FRA/Lotus-Renault) 2m02s885  (Q2)
16) Pastor Maldonado (VEN/Lotus-Renault) 2m02s074  (Q1)
17) Adrian Sutil (ALE/Sauber-Ferrari) 2m02s131  (Q1) 
18) Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) 2m02s756  (Q2)*
19) Jules Bianchi (FRA/Marussia-Ferrari) 2m02s702  (Q1)
20) Kamui Kobayashi (JAP/Caterham-Renault) 2m03s595 (Q1) 
21) Max Chilton (ING/Marussia-Ferrari) 2m04s388  (Q1)
22) Marcus Ericsson (SUE/Caterham-Renault) 2m04s407  (Q1)
* Valtteri Bottas (FIN/Williams-Mercedes) foi punido com a perda de 3 posições no grid de largada por atrapalhar Daniel Ricciardo (AUS/RBR-Renault) no Q2
Circuito GP da Malásia (Foto: Editoria de arte)Circuito Internacional de Sepang, palco do GP da Malásia (Foto: Editoria de arte)
Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.