Quem é Karen Bachini, influenciadora criticada por romantizar pobreza, zombar de youtubers e humilhar funcionária


Nome da influenciadora se tornou um dos assuntos mais comentados no Twitter. Youtuber postou vídeo de desculpas. Quem é Karen Bachini
Reprodução/Instagram
A youtuber Karen Bachini, conhecida por fazer vídeos de beleza e compartilhar seu dia a dia nas redes sociais, virou um dos assuntos mais comentados no Twitter no início desta semana.
O motivo foram as críticas à influenciadora sobre romantizar a pobreza, zombar de outros youtubers com menor número de visualizações e ainda humilhar funcionária. Entenda o caso:
Quem é Karen Bachini
Crítica viralizada
Vídeo de desculpas
Desabafo de ex-funcionária
1 – Quem é Karen Bachini
A influenciadora Karen Bachini, de 32 anos, é youtuber e desde 2009 produz conteúdo de beleza em seu canal e compartilha seu dia a dia nas redes sociais. Só no YouTube, são mais de 2,66 milhões de inscritos até o momento. No Instagram, soma cerca de 1,2 milhão de seguidores.
Karin Bachini em tutorial de maquiagem no YouTube
Reprodução/YouTube
Os vídeos mais atuais, com tutoriais de maquiagem, chegam a ter quase 200 mil visualizações. Os mais antigos, ao lado de Gabbie Fadel, ultrapassam a marca de 2 milhões de visualizações.
Em 2017, a influenciadora assinou uma coleção de maquiagem com a Jequiti e, em 2019, foi uma das convidadas para um projeto da Avon de tutoriais de maquiagem.
Segundo uma publicação recente em seu Instagram, Karen está prestes a lançar a sua própria marca de beleza. A data, de acordo com a postagem, é para o dia 12 de dezembro.
2 – Crítica viralizada
No fim de semana, a maquiadora e drag queen Ismeiow publicou um vídeo em que reage a comentários de Karen durante sua participação no podcast DiaCast, em março deste ano, e stories mais recentes da influenciadora em que lança indiretas a Ismeow.
Ismeiow em vídeo no YouTube
Reprodução/YouTube
Ismeiow já tinha feito um comentário anterior em que criticava influenciadores que não reconhecem o privilégio de produzir conteúdo e “de se fazem de coitados”, mesmo ganhando dinheiro.
No vídeo deste fim de semana, de cerca de 30 minutos e que ultrapassou 328 mil visualizações, Ismeiow reage a publicações de várias influenciadoras e seus supostos “perrengues”, sempre de forma irônica.
Em um trecho, ela retoma uma indireta que recebeu de Karen, após a crítica sobre influenciadores que não reconhecem o privilégio, e lembra a entrevista que a influenciadora deu ao podcast DiaCast em março.
Ismeiow comenta story de Karen Bachini
Reprodução/YouTube
Nos cortes apresentados por Ismeiow, Karen conta de um lugar que visitou onde as pessoas não têm nada, apenas arroz para comer, e acordam todos os dias para fazer oferendas. “E eles são os povos mais felizes que eu já conheci”, disse Karen durante a conversa.
“Eles não têm saneamento, eles não têm água encanada, eles não têm eletricidade, mas é uma alegria que ela toma conta”, diz Ismeiow ao retornar ao vídeo. “É muito triste ver a visão de uma pessoa que romantiza a pobreza desse jeito.”
Ismeiow explica a crítica: ela diz que o problema não está em ganhar dinheiro, e sim em não reconhecer que está em um lugar privilegiado. Ela ainda mostra uma sequência de stories em que Karen em que ela diz que não está conseguindo postar conteúdos porque está doente. Ela também critica influenciadores que dizem que o trabalho é apenas postar conteúdo, em uma indireta a Ismeiow.
Ismeiow comenta fala de Karen Bachini
Reprodução/YouTube
“Ela está falando porque se tivesse 200, 300 mil views por vídeos, uma carreira de sucesso, ela saberia o que leva, o custo de ser um influenciador de sucesso”, diz Karen nos stories exibidos pela maquiadora. “Você não precisava ser arrogante desse jeito”, respondeu Ismeiow em seu vídeo.
3 – Vídeo de desculpas
Ainda no domingo (27), Karen foi ao Twitter pedir desculpas pelos comentários no DiaCast e disse se arrepender dos stories publicados, sem mencionar exatamente quais.
“Hoje vivo numa bolha de privilégios que eu mesma criei para me proteger por causa da minha síndrome do pânico”, disse em um dos tuítes. Ela termina dizendo que pede desculpas por nem sempre “dizer as coisas da forma correta”.
Karen pede desculpas no Twitter
Reprodução/Twitter
Ainda com a repercussão, na terça-feira (29), Karen postou um vídeo de quase 30 minutos em que pede desculpas novamente e reage a alguns comentários que ela mesma fez. A influenciadora também explicou por que agiu daquela forma em cada ocasião.
O primeiro episódio que ela cita é quando disse que Selena Gomez deveria receber hate.
“Espero que Selena Gomez sofra bastante hate por essa linha horrível que ela lançou”, disse na ocasião. Segundo Karen, o comentário foi feito porque ela tinha acabado de comprar a linha e não gostou do resultado.
Karen Bachini em vídeo de desculpas
Reprodução/YouTube
Em outro trecho, ela lembra um episódio no podcast Diva no Divã em que disse que o trabalho de modelo é mais difícil do que o da lavoura, em que o trabalhador “tem o horário dele e vai para a casa feliz”. “Fiz uma comparação muito infeliz”, diz em seu vídeo de desculpas. “Diminuí uma profissão que é muito sofrida que é o trabalho braçal.”
Karen Bachini ao participar do podcast DiaCast
Reprodução/YouTube
Ela também comentou a sua participação no podcast DiaCast, em que falou da população carente e que ainda assim são felizes. “Longe de mim romantizar a pobreza e foi o que eu estava fazendo ali. Foi mesmo uma visão muito elitista e eu peço perdão por isso.”
Ela ainda comenta os stories mencionados por Ismeiow em que disse não conseguir fazer conteúdo porque estava doente. Segundo Karen, a intenção foi pontuar que não seria tão fácil assim gravar o conteúdo já que ela não estava se sentindo bem. “Mas fiz de maneira muito errada e elitista, mostrando o quanto eu tenho. Isso foi uma coisa muito errada e muito triste.”
Karine comenta próprio stories em vídeo de desculpas
Reprodução/YouTube
“O que eu falei nestes vídeos [nos stories] não tem nada a ver com depressão, ansiedade. Nada disso. Nestes stories eu não estava bem. Falei mais do que muita merda. Eu falei coisas injustas”, diz.
“Eu me arrependo muito de ter postado esses stories, eu nem sei porque isso aconteceu. Eu peço desculpas por ter postado isso, por ter desmerecido o trabalho de tantos criadores que fazem um trabalho espetacular e não dependem de números.”
4 – Desabafo de ex-funcionária
No fim da terça-feira (29), uma postagem no perfil de Instagram de Priscilla Danielle ainda rendeu mais críticas a influenciadora. No desabafo, Priscilla, sem citar o nome de Karen, disse que entrou com um processo trabalhista conta a ex-empregadora.
“O que me afetou não é só a causa trabalhista. O que me afetou demais foi nesses que seis meses que eu fiquei com essa pessoa, eu fui torturada psicologicamente, e a pessoa sabia desde o começo que eu estava passando por um período ruim”, diz no vídeo.
Ela contou que foi contratada para testar produtos, criar um roteiro para a influenciadora gravar. Priscilla ainda fazia outros trabalhos, como lavar os materiais de maquiagem, editava vídeos, mas também cuidava do cachorro, recebia as diaristas, ajudava o namorado da influenciadora com pedidos de comida, entre outras tarefas, que segundo ela fugiam do escopo do trabalho.
O g1 procurou Karen e Pricilla nos contatos disponibilizados nas redes sociais para comentar o relato, mas até o momento não obteve retorno.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.