Quatro pessoas continuam desaparecidas após rompimento de barragem no Amapá

Rompimento de barragem em hidrelétrica deixa desaparecidosDivulgação/29.03.2014/Agência Amapá de Notícias
Quatro trabalhadores continuam desaparecidos depois que a estrutura que sustentava uma barragem se rompeu  no Amapá. Os operários trabalhavam na construção da Usina Hidrelétrica de Santo Antônio, no município de Laranjal do Jari, a 260 km de Macapá. 
Segundo o Corpo de Bombeiros, a estrutura era antiga e se rompeu. Cerca de 100 mil metros quadrados de área foram inundados. O acidente aconteceu na madrugada do último sábado (29). No total, quatro trabalhadores estão desaparecidos, mas, de acordo com os bombeiros, esse número pode ser maior. Seis mergulhadores ajudam nas buscas em uma área com profundidade de 30 metros. 
O coronel Miguel Rosário, comandante geral do Corpo de Bombeiros, disse que o mau tempo prejudica as buscas.
— Está chovendo muito naquela região, no sul do Amapá, fronteira com o Pará, o que dificulta [as buscas].
Os trabalhos se concentram no entorno de onde ocorreu o acidente, a 50 km da sede do município. Para chegar ao local, é necessário navegar o rio Jari por uma hora. A empresa disse que vai emitir nota oficial sobre o acidente, mas não informou a data.
Uma comitiva do Goveno do Amapá foi até Laranjal do Jari no sábado para prestar apoio. Na equipe estavam o governador do Estado, Camilo Capiberibe, o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, Miguel Rosário, e o secretário de comércio e mineração, José Reinaldo. Capiberibe disse que, por se tratar de uma obra na divisa entre Amapá e Pará, a competência da fiscalização é federal, neste caso, sob responsabilidade do Ibama e da ANA (Agência Nacional das Águas). 
Fonte:R7

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.