Policiais enterram cruzes protestando contra número de homicídios

As estatísticas da violência no Ceará foram apresentadas em Juazeiro do Norte e Sobral, neste fim de semana. O Sindicato dos Policiais Civis do Ceará (Sinpol/CE) instalou cruzes em pontos turísticos das duas cidades, representando as vítimas da violência em 2013. Eles contam 4.462 homicídios, 51.414 roubos e 1.832 casos de estupros registrados pela polícia.
No município de Sobral, a 238 quilômetros de Fortaleza, 400 cruzes foram instaladas no Arco Nossa Senhora de Fátima, conhecido como Arco do Triunfo, representando menos de dez por cento de pessoas assassinadas no estado.
Já em Juazeiro do Norte, distante 528 quilômetros da capital, o ato público foi realizado no Triângulo Crajubar. Foram apenas 71 cruzes, número de homicídios registrados em apenas cinco dias do carnaval.
O secretário geral do Sinpol/CE, Mário Marques, disse que a sociedade está informada e que políticos locais ficaram surpresos com as péssimas condições da estrutura da instituição. “Encontramos o deputado federal Arnon Bezerra durante uma entrevista na Rádio Verde Vale. Ele ficou de tentar um encontro entre a categoria e o governador Cid Ferreira Gomes”.
O presidente do Sinpol/CE, Gustavo Simplício, está confiante na luta da categoria que completará três meses. “Percebo que a sociedade confia no Movimento “Polícia Legal” por isso iremos continuar nessa luta que se fortalece a cada dia com a solidariedade de cada cearense”.
Fortaleza
Em Fortaleza, o sindicato da categoria já havia realizado uma ação desse tipo. No dia 23 de fevereiro deste ano, integrantes do Sinpol e policiais federais se uniram em ato público na Praia de Iracema. No evento, foram enterradas 4.462 cruzes na praia, em frente ao Ideal Clube, simbolizando o número de pessoas assassinadas no ano passado em todo o Ceará.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.