“Os fariseus comentavam à hora do repasto: ‘A fortuna de Naldo,…

“Os fariseus comentavam à hora do repasto: ‘A fortuna de Naldo, o moabita, esfarela-se como areia. O vinho que ora ele e experimenta será pago por gerações’. Isso fizeram contar ao moabita, que mandou dizer: ‘Andai em minhas carroças encrustadas de rubi. Tomai emprestado meus colares de ouro. Subi em minhas bigas de prata. Sim, pois tendes inveja, e deixarei que proveis um pouco da minha glória. Se quiserdes, garanto que passeis às terras do norte, onde mantenho um palácio. Até lá, provai do caldo das latrinas’.”

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.