No Pará, ovos de páscoa estão 10% mais caros em 2014

Venda de ovos de páscoa deve crescer até 15% na Paraíba em 2014 (Foto: Rafaela Gambarra/G1)Preços dos ovos de páscoa podem variar em até 40% nos supermercados da região metropolitana de Belém (Foto: Rafaela Gambarra/ G1)
Os ovos de páscoa se tornaram uma tradição de consumo para a semana santa em todo o Brasil. No Pará, as vendas aumentam a cada ano, mas em 2014, o paraense vai pagar ainda mais caro para presentear a família e os amigos. Segundo uma pesquisa do Dieese/PA divulgada nesta sexta-feira (28), o reajuste no preço dos produtos de chocolate para a Páscoa chegam a 10% se comparado mesmo período do ano passado.
Ainda de acordo com o levantamento, realizado em redes de supermercado e uma loja de departamento no período de 22 a 27 de março, a diferença de preços entre as três marcas de ovos de páscoa pesquisadas chega a 40%. Os reajustes ultrapassam a inflação calculada para os últimos 12 meses, que gira em torno de 5,50%.
O ovo pequeno (50g) mais barato está custando R$ 4,29, chegando a ser comercializado por R$ 5,99. Já os ovos de páscoa grandes pesam entre 730 e 1.000 gramas, com preços que variam entre R$ 59,08 a R$ 64,02, podendo chegar a R$ 70. A novidade deste ano são ovos temáticos da Copa do Mundo 2014.
Para a pedagoga Adrea Dinelly, é difícil lidar com os preços, principalmente para quem tem filhos pequenos. “Com certeza estão mais caros, mas eu tenho que comprar porque tenho dois filhos, e não dá para ficar sem o tradicional ovo”, conta a pedagoga, que é mãe de duas crianças entre 3 e 2 anos que não aceitam trocar o ovo por chocolates em barra. “Tem que procurar alternativas, pesquisar. Este ano pretendo gastar R$ 50 com os dois”, explica.
Para o Dieese, com o aumento do consumo, grandes empresas que comercializam produtos feitos com chocolate inovam a cada ano e abusam da criatividade para chamar a atenção do consumidor, especialmente do público infantil. São aproximadamente 150 novos tipos de ovos de páscoa a serem comercializados este ano. Para gastar menos, a orientação do Dieese continua sendo pesquisar antes de comprar.
Índice de efetivação após a Páscoa varia até 15% (Foto: Reprodução/RBS TV)Coelhos de chocolate são opção para quem quer
gastar menos na Páscoa
(Foto: Reprodução/RBS TV)
Opções de chocolate
Os tabletes de chocolate estão sendo comercializados em formatos e pesos diferenciados. Segundo o departamento de pesquisa, podem custar de R$ 3,99 a R$ 7,59 na região metropolitana de Belém. Já as caixas de bombom, consideradas uma das principais saídas para quem busca gastar um pouco menos, estão sendo comercializada por preços que variam de R$ 6,90 R$ 7,99.
Os coelhinhos de chocolate também são uma alternativa para confraternizar durante a semana santa. De acordo com a pesquisa, eles custam entre R$ 4,88 e R$ 6,96. O Dieese afirma que o aumento das ofertas e promoções é esperado a partir do próximo final de semana e nos dias que antecedem a Páscoa, que em 2014 será comemorada no domingo de 20 de abril.
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.