Kardec brilha, Palmeiras vence e pega o Ituano na semi do Paulistão

Por 

Centroavante tem de ter faro de gol, oportunismo e até sorte para se destacar. A cada dia que passa, Alan Kardec mostra que isso não falta para ele. Nesta quinta-feira, mais uma vez foi assim. Com um gol e uma assistência do atacante, o Palmeiras venceu o Bragantino por 2 a 0, no Pacaembu, e se classificou para a semifinal do Paulistão. A vaga na decisão será disputada no próximo domingo, contra o Ituano, no mesmo local, às 18h30. Quem passar pega Santos ou Penapolense, que se enfrentam às 16h, na Vila Belmiro.
Alan Kardec comemoração jogo Palmeiras e Bragantino Paulistão (Foto: Mauro Horita / Globoesporte.com)Alan Kardec comemora com Valdivia e Bruno Cesar (Foto: Mauro Horita / Globoesporte.com)
Kardec começou a dar seu show ao aproveitar erro bizarro de Alexandre, que cortou escanteio para trás. Ele justificou o apelido de matador que recebeu dos companheiros e mandou para a rede. Depois, ainda deixou Wesley livre, sem goleiro, para fazer o segundo. 

Com o gol marcado, Alan Kardec chegou aos nove e se igualou a Luis Fabiano, do São Paulo, e Léo Costa, do Rio Claro, na artilharia da competição. Os dois, porém, já estão eliminados, e o palmeirense tem o caminho livre para ser o goleador máximo de um torneio pela primeira vez na carreira. Os santistas Geuvânio, Cícero e Gabriel têm sete.
O público pagante foi de 24.231 (25.714 no total), e a renda, de R$ 861.105,00.
O Ituano, rival de domingo, já foi derrotado pela equipe nesse Paulistão, por 1 a 0. Invicto no Pacaembu desde maio do ano passado, o Alviverde também terá esse trunfo ao lado mais uma vez. Ao Bragantino resta se preparar para a Série B do Campeonato Brasileiro.
Lucio jogo Palmeiras e Bragantino Paulistão (Foto: Mauro Horita / Globoesporte.com)Lúcio teve atuação firme na defesa palmeirense (Foto: Mauro Horita / Globoesporte.com)
Vantagem sem grandes emoções
O Palmeiras entrou em campo como favorito. Jogando em casa, Gilson Kleina optou por um time ofensivo, com Bruno César e Valdivia nas meias e Leandro e Alan Kardec no ataque. A postura das duas equipes na etapa inicial foi como o imaginado: o Verdão tentando atacar, controlando o jogo, contra um Bragantino fechado, esperando o erro do adversário.
Mas, para isso, os visitantes abusaram das pancadas. Não foram poucas as entradas duras e até violentas. Quando tinha a bola, a alternativa era dar chutão para Tássio brigar com os zagueiros e tentar cavar alguma falta ou escanteio, sobretudo por conta da força nas bolas aéreas.
Mas foi exatamente isso que o Verdão aproveitou para abrir o placar, com Alan Kardec, após escanteio, aos 21. Também foi a forma encontrada pelo time de assustar. Com Bruno César e Valdivia apagados na armação, a equipe sofreu para conseguir criar algo. Ficou mais com a bola, sem objetividade. Um primeiro tempo morno, sem grandes chances para ambos os lados, mas com o Palmeiras na frente.
Wesley e Alan Kardec, Palmeiras x Bragantino (Foto: Mauro Horita)Wesley e Alan Kardec comemoram o segundo gol do Palmeiras (Foto: Mauro Horita)
Classificação garantida
Se o primeiro tempo foi brigado, o segundo não ficou atrás. Muitas pancadas, discussões e jogadas ríspidas. A falta de atitude e as marcações confusas da arbitragem colaboraram para o clima esquentar, principalmente entre Geandro e Valdivia.
Ao menos o desempenho do Palmeiras melhorou. Mais criativo e incisivo, conseguiu chegar com mais perigo e perdeu três grandes chances antes dos 15 minutos. Pouco depois, Wesley só confirmou o que já era esperado e fez 2 a 0 para o Alviverde, após bela troca de passes e assistência de Alan Kardec.
A postura do Bragantino não se alterou. Entradas firmes e muitas bolas alçadas na área. A defesa do Verdão, que costuma ser instável, dessa vez se impôs. Tanto que Fernando Prass praticamente não teve trabalho no jogo. A partir dos 30 minutos a equipe se preocupou em segurar o resultado, tocar a bola e ouvir o “olé” dos 25 mil torcedores no Pacaembu. Vaga na semifinal garantida, sem grandes sustos.
  •  

Torcida palmeiras, Palmeiras x Bragantino (Foto: Mauro Horita)Torcida do Palmeiras, empolgada com o centenário (Foto: Mauro Horita)

Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.