Hulk faz golaço, Zenit vence, mas Borussia confirma vaga nas quartas

Os jogadores do Zenit admitiam, antes mesmo de entrar em campo, que o duelo desta quarta-feira contra o Borussia Dortmund, pela volta das oitavas de final da Liga dos Campeões, serviria apenas para dar experiência internacional ao time, que foi derrotado na ida em casa por 4 a 2. Sem nada a perder, os russos surpreenderam os alemães, venceram por 2 a 1 e mostraram que podem sonhar com voos mais altos no futuro. O brasileiro Hulk foi o destaque da partida, fazendo um lindo gol.
O Dortmund sofreu um golpe mais forte que a derrota. O atacante Lewandowski levou cartão amarelo e está suspenso para o primeiro jogo das quartas de final. 
O Zenit jogou sob o comando de um técnico interino. Nesta quinta-feira, o português André Villas-Boas, que já trabalhou com Hulk no Porto, será apresentado e assumirá a equipe. Se depender do que viu nesta quarta, o treinador terá em mãos um time aguerrido, que não sentiu a pressão de jogar diante da temida Muralha Amarela – a torcida do Borussia -, tem paciência para saber a hora certa de arriscar, mas que tem dificuldades para deixar os atacantes em condições de chutar a gol.
Hulk gol partida Zenit e Borussia Dortmund (Foto: Reuters)Hulk fez um golaço pelo Zenit (Foto: Reuters)


INCRÍVEL HULK FAZ A DIFERENÇA

Sem grandes pretensões na partida, o Zenit fez um bom primeiro tempo. Sem medo do Borussia, os russos não se fecharam na defesa, procurando ter calma para criar as jogadas. A equipe subia com frequência ao ataque, poderia ter chutado mais, mas falhava no último passe. Hulk estava isolado na ponta direita e pouco participava do jogo, assim como Kerzhakov, que deveria ser o responsável pelas conclusões a gol.
 Vyacheslav Malafeev sangrando Zenit e Borussia Dortmund (Foto: Reuters) Hubocan leva a pior em dividida com Lewandowski (Foto: Reuters)
Como bom jogador que é, o brasileiro deu o seu jeito de ser ativo no duelo. Aos 15 minutos, fez um golaço. O atacante cortou para o meio, deixou seus marcadores para trás e acertou uma bomba de fora da área. A bola fez curva e foi parar no ângulo direito do goleiro, que se esticou, mas não impediu a pintura. O feito fez o Dortmund sair do piloto automático e, finalmente, jogar futebol.
O time alemão começou a pressionar, e o Zenit ia se virando, com o goleiro afastando todas as bolas que via chegar em sua direção. Apenas aos 37 minutos, os donos da casa conseguiram o empate. Após cruzamento do lado esquerdo, Kehl subiu mais que toda a defesa e cabeceou para o gol. O goleiro espalmou, mas a bola foi para dentro. Estava sacramentada, definitivamente, a classificação alemã para as quartas.
Vyacheslav Malafeev goleiro jogo Zenit e Borussia Dortmund Liga dos Campeões (Foto: FP)VMalafeev se estica, mas não consegue evitar o gol de empate (Foto: FP)


JOGO CAI, MAS ZENIT SURPREENDE

O ritmo da partida sofreu uma considerável queda na segunda etapa. O Dortmund se limitou a impedir que o Zenit chegasse perto da área e foi ajudado pelos homens de frente do rival russo, que erravam tudo o que tentavam. Empurrados pela torcida, que exigia uma vitória em casa, os alemães até tentaram pressionar o adversário, mas também não estavam em um bom dia ofensivamente e receberam um castigo por isso
Robert Lewandowski jogo Zenit e Borussia Dortmund Liga dos Campeões (Foto: AP)Lewandowski vai desfalcar o Dortmund no jogo de ida das quartas de final (Foto: AP)
Quando o Zenit parecia já não ter forças para uma reação, conseguiu o gol da virada. Aos 27 minutos, Rondón recebeu cruzamento da esquerda, quase se deitou em campo e conseguiu cabecear para fazer 2 a 1 para os visitantes, que mostraram que são capazes de surpreender equipes mais tradicionais.
Nos acréscimos, uma cena dramática: em dividida com Lewandowski, Rubocan levou uma joelhada do rival e ficou com o rosto sangrando. Como o técnico não poderia mais promover substituições, o jogador teve a cabeça enfaixada e foi diretamente para o banco. Mas não houve tempo para uma reação do Borussia.
 Jose Rondon comemoração Zenit e Borussia Dortmund Liga dos Campeões (Foto: AP)Venezuelano Rondón comemora o gol da vitória com Hulk (Foto: AP)
Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.