Geromel marca contra, e reservas do Grêmio empatam com São Luiz

Entre tropeços e acertos. Assim se apresentou o empate em 2 a 2 entre Grêmio e São Luiz, em duelo antecipado pela 14ª rodada do Gauchão, disputado no Estádio 19 de Outubro, em Ijuí. Com um a mais, o Tricolor gaúcho não conseguiu segurar a vitória e acabou cedendo o empate aos 43 do segundo tempo, na infelicidade de um gol contra de Pedro Geromel.  

Mamute e Saimon marcaram os gols do Tricolor, enquanto Aloísio também balançou as redes pelos donos da casa, graças a uma falha de Busatto. Por causa do calendário apertado, nem mesmo Enderson Moreira esteve na partida. A equipe foi comandada pelo auxiliar Luis Fernando Flores. 
Com o empate, o Grêmio se mantém na liderança do Grupo B, com 23 pontos, mas alcança a terceira partida sem vitória. Em busca da segunda melhor campanha geral na fase de grupos, recebe o Passo Fundo, na Arena, no domingo. Já o São Luiz segue a lamúria de ter a pior campanha do estadual. Com apenas sete pontos, necessita vencer as duas últimas rodadas para ter chance de permanecer na elite. No fim de semana tem pela frente o confronto contra o Pelotas, na Boca do Lobo. 
Yuri Grêmio x São Luiz (Foto: Nabor Goulart / Agência Estado)Yuri fez um dos gols da partida (Foto: Nabor Goulart / Agência Estado)

Gol relâmpago 
A equipe gremista era completamente diferente da habitual, mas manteve a mesma estrutura do time comandado por Enderson Moreira no sistema tático 4-2-3-1. Se não era o elenco principal, os suplentes tentaram mostrar trabalho e logo abriram o placar. Assim que o árbitro Vinícius Costa fez o apito inicial, Lucas Coelho roubou bola da defesa adversária e disparou com perigo da entrada da área. Instantes depois, Saimon surgiu mais alto do que a zaga adversária e aproveitou escanteio para cabecear para as redes: 1 a 0. 
Quem esperava que seria um jogo fácil para os reservas do Grêmio se enganou. Praticamente rebaixado, os donos da casa trataram de tentar um último ‘suspiro’ no Gauchão. O São Luiz contou com uma noite atrapalhada do goleiro Busatto para empatar e quase virar. Aos 11 minutos, Aloísio, o principal jogador da equipe, arriscou do lado direito da entrada da grande área. A bola acertou a trave e rebateu nas costas do goleiro antes de entrar. 
O São Luiz se animou e passou a acreditar na tarefa que parecia hercúlea. Espelhado no gol, a equipe de Ijuí aproveitava os espaços em campo arriscava a todo tempo de fora da área, seja com Mattana e Aloísio ou Mateus.  Mas a melhor chance saiu em lance por acaso. Mattana cruzou da esquerda, Busatto tropeçou no gramado e viu a bola rebater na trave, antes de Breno afastar pela linha de fundo. 

Só que a pressão da equipe de Ijuí falhou na efetividade. Melhor para o Grêmio, em especial, para os garotos do ataque. Da ponta esquerda, Everton acelerou, se livrou de um, dois, três marcadores, mas fora parado pelo do goleiro Alê. Com o gol escancarado, Mamute só teve o trabalho de empurrar para as redes. 
Filme conhecido
A etapa complementar apresentou um filme já conhecido no primeiro tempo. Desesperado, o São Luiz se lançava ao ataque, tentando pressionar. Desta vez, no entanto, quem conseguia espaços para arriscar de fora da área era o Grêmio. Primeiro foi Maxi Rodríguez, com um chute colocado de fora da área, rente a trave esquerda. Na sequência, Léo Gago caprichou na cobrança de falta. A bola saiu forte, bem colocada, mas Alê conseguiu espalmar pela linha de fundo. 
Com a vantagem, o Grêmio valorizava o resultado, mantinha a posse de bola, mas pouco arriscava. Até que, aos 29, o lateral-direito Júnior Barbosa acabou expulso por reclamação.  A vantagem numérica deu espaços ao Tricolor gremista. Maxi Rodríguez teria ampliado o placar, não fosse outra boa defesa de Alê, aos 35. Everton, da entrada da área, também teve chance de ampliar, mas disparou por cima. 
O jogo era do Grêmio, tinha tudo para fechar com vitória Tricolor. Até que, aos 43 minutos do segundo tempo, ocorreu o pior erro individual da partida. Adilson Bahia cruzou da esquerda da área, e o zagueiro Geromel empurrou com o pé para o gol. Enganou Busatto e decretou o empate, com cara de derrota, por 2 a 2. 
Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.