Estiagem faz preço do tomate e legumes aumentar em Rio Preto

Grande vilão dos consumidores no ano passado, o preço do tomate voltou a disparar novamente no noroeste paulista. Nos supermercados em São José do Rio Preto (SP) é difícil encontrar por menos de R$ 7 o quilo.
Para o comerciante Adilson Narvaes, encher a perua com caixas de tomate está quase impossível. Ele é dono de supermercado e diz que sentiu bastante a alta no preço do fruto. “Está muito caro, é um absurdo, fora que perde muito o produto, mais ou menos 20% se joga fora”, afirma Adilson.
No Ceasa em Rio Preto, a caixa de tomate com 22kg já é vendida por até R$ 120. No mês passado, o valor não ultrapassava os R$ 40 um aumento de 200% em apenas 30 dias. A estiagem no começo do ano é uma das responsáveis pela alta no preço. “O tempo está mudando dia a dia. Em dezembro e janeiro, que costuma ser época de chuva, não choveu. Por isso no mês passado deu preço baixo o tomate, muitos produtores desanimaram de plantar”, diz o fiscal do Ceasa Lupércio Donizete Fontana.
Não foi só o tomate que ficou mais caro. Dos 35 itens pesquisados mensalmente pelo Ceasa, 20 tiveram alta. O preço da vagem subiu 125%, da batata 90% e o valor do pimentão verde também aumentou, 57%. “A mercadoria diminuiu muito na lavoura então está difícil mesmo, o que chega vende, a procura é grande e com isso o preço sobe”, afirma o dono de banca Marcos Flávio Nascimento.
Nos supermercados, o preço dos produtos já assusta os consumidores. Em um deles, o quilo do tomate custa R$ 6,99, quase o dobro se comparado ao mesmo período do mês passado. Mais uma vez o fruto é o grande vilão da inflação. Como fica difícil substituí-lo por outro alimento, o jeito é levar uma quantidade menor para casa. “Eu levo em quantidade menor e a gente tem de compra porque não tem outra alternativa, não tem como faltar o tomate em casa”, diz a costureira Auriê Azambuja.
Preço do tomate volta a subir na região noroeste paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)Preço do tomate volta a subir na região noroeste paulista (Foto: Reprodução/TV TEM)
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.