Embalado por título, Flamengo quer manter sequência contra Bolívar

Embalado pela vitória de 2 a 0 sobre o Botafogo e consequente conquista da Taça Guanabara, o Flamengo recebe o Bolívar nesta quarta-feira, às 22h(de Brasília), no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto que fecha a terceira rodada do Grupo 7 da Copa Libertadores. O Rubro-Negro também venceu em seu último compromisso pelo torneio 3 a 1 sobre o Emelec, do Equador, e tentará manter a boa sequência diante do lanterna da chave, que soma apenas um ponto e vem de empate por 1 a 1 com o León, do México.
Jayme de Almeida, técnico do Flamengo, conversou com seus jogadores sobre a importância deste jogo para o time na Copa Libertadores. O treinador vem salientando a importância de se fazer a lição de casa no torneio continental e, justamente por conta disso, voltou a convocar os torcedores.
“Mais uma vez a torcida do Flamengo vai ter que jogar junto com a nossa equipe, pois a Copa Libertadores exige que essa química seja perfeita ao longo de toda a competição. Com certeza vamos ser pressionados na Bolívia, assim como fomos na estreia, quando perdemos para o León (2 a 1). Além disso, os nossos jogadores entram em campo ainda mais motivados quando o Maracanã está lotado da nossa torcida”, convocou Jayme.
Os jogadores do Flamengo também desejam ver a presença da torcida no Maracanã e prometem que empenho não faltará nesta quarta-feira. Apesar de embalados pela conquista do título da Taça Guanabara, eles garantem que o triunfo sobre o Botafogo é coisa do passado e que o foco está todo no time boliviano.
“Ficamos muito satisfeitos com a conquista da Taça Guanabara, pois isso mostra que estamos no caminho certo para atingirmos os nossos objetivos na temporada. Mas não dá muito tempo para ficar comemorando, pois já temos mais uma decisão nesta quarta-feira, um jogo em que a vitória é fundamental, já que depois faremos dois jogos longe do Rio de Janeiro”, lembrou o zagueiro Wallace.
Para este compromisso o Flamengo tem problemas nas laterais. Tanto Leonardo Moura, como André Santos, reclamam de dores na coxa esquerda e foram vetados pelo departamento médico. Com isso, Léo jogará na direita. Já para a vaga de André Santos, João Paulo foi confirmado entre os titulares.
Já o Bolívar chega para esta partida com o ânimo renovado, pois terá a estreia do técnico espanhol Xabier Azkargorta, anunciado poucas horas depois de ter sido dispensado do comando da seleção boliviana. Ele assume a vaga de Vladimir Soria e se mostra muito feliz em estrear no Maracanã.
“Já atuei nos grandes centros do futebol, já estive em grandes estádios da Espanha, por exemplo, e fico ainda mais feliz de poder estrear pelo Bolívar no Maracanã. Queremos muito conseguir a classificação na Copa Libertadores e não vamos abdicar de lutar por isso, podem apostar”, disse Azkargorta.
No fim de semana o Bolívar derrotou o Aurora por 3 a 0 e aparece na oitava colocação do Campeonato Boliviano. Mesmo sem ter dirigido o time nessa ocasião, Azkargorta deverá manter a base que atuou no duelo nacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.