Em casa, Barras vence Flamengo-PI e assume topo da tabela do Piauiense

Por 

O primeiro gol da vitória do Barras foi marcado Brow ainda no primeiro tempo. No final do jogo, Júnior Bahia ampliou para os dos da casa. Com o resultado, o time de Júlio Araújo vai aos seis pontos. Enquanto isso, o Flamengo-PI continua com os três pontos, deixa a liderança e pode terminar a rodada fora do G4. 
Líder, o Barras volta a campo na próxima quarta-feira (2). No Estádio Deusdeth de Melo, em Campo Maior, o Leão de Marathaoan enfrenta o Caiçara a partir das 15h45. Enquanto isso, o Fla-PI corre atrás do prejuízo diante do Piauí. O duelo acontece na quinta-feira (3), às 20h, no Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina. 
Jogo morno, Barras abre o placar 
Barras e Flamengo-PI começaram a partida dando indícios de um jogo de baixo nível técnico. Com muitos passes errados e jogadas encerradas pela metade, o futebol apresentado não empolgava quem foi ao Estádio Juca Fortes. O Barras era quem mais aparecia no campo de ataque, mas nada muito incisivo que chegasse a assustar o adversário.
Barras e Flamengo-PI pela segunda rodada do returno do Piauiense (Foto: Wenner Tito)Brow não perde a oportunidade e marca o gol da vitória do Barras (Foto: Wenner Tito)
Mesmo com o jogo morno, saiu o primeiro gol, e foi para o Leão do Marathaoan. João Paulo avançou pela esquerda e cruzou para área. Brow apareceu acertando um voleio de primeira, na entrada da pequena área, e o goleiro Robson nada pode fazer. As redes balançaram, abrindo o placar no Juca Fortes. 
Após o gol sofrido, ao invés de se abalar, o Flamengo-PI cresceu na partida. O rubro-negro passou a ter mais posse de bola e chegar com mais frequência ao campo de ataque. Mas, assim como o Barras no início do jogo, o time da capital não chegava a assustar, pois não tinha eficiência na hora de criar chances claras de gol. A bola só chegava à linha de fundo em um outro chute mais despretensioso.
Mais acuado, o Barras tentava sair em contra-ataque, mas também não tinha muito êxito. O único lance mais perigoso da metade final do primeiro tempo foi uma cabeçada de Tuta, na entrada da pequena área, que passou rente ao travessão do goleiro Ari. Fora isso, poucas emoções, e o Flamengo-PI foi para o intervalo com desvantagem no placar.
Barras e Flamengo-PI pela segunda rodada do returno do Piauiense (Foto: Wenner Tito)Flamengo-PI tenta, mas é Barras quem tem a melhor chance (Foto: Wenner Tito)
Flamengo-PI tenta, mas…
Disposto a ter um time com mais gás e mais poder ofensivo, Valter Maranhão promoveu duas mudanças no Flamengo-PI já no intervalo. O meia Marcinho e o atacante Joniel deram lugar a Jarbas e Rony, que atuam nas mesmas posições, respectivamente. Do lado do Barras, a única alteração foi a de uniforme, já que o listrado deu lugar ao predominantemente branco.
A mudança até trouxe mais gás ao ataque flamenguista, mas a ineficiência continuou a mesma. O rubro-negro tinha mais posse de bola e chegava com mais frequência ao ataque, mas sempre esbarrava na defesa barrense, em passes errados ou conclusões mal finalizadas. Ao Barras, restava tentar os contra ataques. A história do primeiro tempo se repetia.
O lance mais agudo pelo lado do Barras aconteceu aos 12 minutos, quando Emerson apareceu na área para cabecear após cruzamento da esquerda e a bola passou por cima da trave, caindo caprichosamente atrás do gol. Já o Flamengo-PI levou perigo em uma falta cobrada por Sinderval, que passou por todo mundo e obrigou Ari a fazer boa defesa.
Maranhão ainda colocou o recém-contratado Guilherme no lugar de Tuta. Flávio Araújo também renovou seu ataque, com as entradas de Muller, Humberto e Júnior Bahia. Mas nenhum conseguiu fazer nada que mudasse o panorama do jogo. 

E, antes do apito final,Emerson roubou a bola no campo de defesa, tabelou com Júnior Bahia, avançou para área e devolveu para o atacante, que não bobeou e garantiu a vitória do Barras, que comemorou a segunda vitória e os 100% de aproveitamento no segundo turno.
Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.