Elementos armados assaltam van que transportava malotes do Sertão para a Capital; Bandidos foram presos

3 (três) elementos foram presos na madrugada desta sexta-feira 28 de março por volta das 2h:30m na cidade de Santa Luzia (em um motel), acusados de assaltarem uma Van que transportava diversos Malotes provenientes de Bancos da cidade de Patos que teria como destino a Capital do estado.
Eles são de Fortaleza, no Ceará e foram identificados como sendo: Marcos Antônio Porto, com 30 anos, Francisco Alberto Farias, 38 e Marcondes Aguiar do Nascimento, 43 anos de idade. 
Segundo informações da vítima, o motorista David Eduardo Cavalcante (que pediu para preservar sua imagem) os três elementos que estavam armados, provavelmente com uma espingarda calibre 12 e de Pistolas, trancaram a Van na BR 230 próximo a Santa Luzia e o conduziram a uma estrada carroçável.
Ao chegar num local ermo, na zona rural, pediram para que o motorista não reagisse e começaram a transportar vários malotes da Van para um veículo Siena, de cor prata e placas NQW – 6575 – Fortaleza que estava com o trio.
Segundo David os bandidos ainda tiveram tempo para escolher, preferencialmente malotes pertencentes ao Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal.
O motorista da Van disse que o transporte dos malotes é sempre feito diariamente em Vans, porém não sabe informar o que há dentro de cada um. A informação foi dada após ser indagado se havia dinheiro sendo transportado no veículo.
O comandante da operação que culminou com a prisão dos elementos foi o tenente Silva Neto, do Bope, que afirmou a reportagem que o trio ainda tentou fugir após ser abordado, porém a polícia ágil rápido e conseguiu deter os elementos. Inclusive um deles está com um dos pés mobilizado e segundo ele teria sido provocado por um acidente de carro.
Os policiais retornaram ao matagal por onde os três tentaram fugir na intenção de localizar as armas as quais o motorista da Van afirma ter visto em poder dos acusados. Até o fechamento desta edição não havia ainda a informação se elas foram localizadas ou não.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.