Durante velório do marido, esposa é presa suspeita de planejar o crime

Um policial de 42 anos foi morto com pelo menos dez facadas em um bar de Ponta Grossa, na região dos Campos Gerais do Paraná, na madrugada de domingo (23). Segundo a Polícia Civil, a esposa dele foi presa durante o velório, suspeita de ter participação no crime. Um rapaz de 19 anos também foi preso sob suspeita de estar envolvido no assassinato. Ainda de acordo com a polícia, ele confessou o crime e disse que mantinha um relacionamento com a mulher do militar.
A vítima era cabo da Polícia Militar (PM),  tinha 24 anos de corporação e era proprietária do bar. O policial estava fechando o estabelecimento quando foi agredido com os golpes de faca. A esposa chegou a chamar o socorro, mas o policial já estava morto.
“Ela afirmou saber da intenção do rapaz, mas disse que não concordava. A mulher contou ainda que tentou fazer com que o jovem desistisse da ideia e não conseguiu”, relata o delegado Flávio Zanin. Ainda segundo a polícia, a mulher escondeu a faca usada no crime em um dos móveis da residência. Os presos vão responder pelo crime de homicídio qualificado, conforme Zanin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.