Diretora do FMI diz que acordo de ajuda à Ucrânia pode sair em dias

A diretora do Fundo Monetário Internacional (FMI), Christine Lagarde, disse neste domingo (23) esperar que um acordo de financiamento para a Ucrânia seja finalizado em “nos próximos dias”, segundo o jornal “The Wall Street Journal”.
Em declarações dadas em Pequim, na China, Lagarde afirmou que o plano é necessário para estabilizar a economia da Ucrânia, mas não deu detalhes sobre o tamanho do pacote ou quais políticas econômicas o FMI pode exigir do governo de Kiev.
A economia da Ucrânia ficou sob grande pressão após a anexação da península da Crimeia pela Rússia.
Lagarde deu as declarações em resposta a questionamentos de estudantes da Universidade de Pequim. No evento, ela pediu que o governo chinês coloque uma reforma fundamental da economia local à frente de estímulos de curto prazo.
“É melhor investir em capitais duráveis de longo prazo, como educação”, afirmou a diretora do FMI.
A chefe de diplomacia da União Europeia, Catherine Ashton, expressou profunda preocupação no sábado (22) sobre a fragilidade da economia da Ucrânia e exortou o resto do mundo a apoiar o país.
“Nós temos que ter certeza de que a Ucrânia, economicamente, não irá tombar … Meu maior medo agora é o estado da economia e da necessidade de todos nós oferecermos o apoio que eles precisam”, disse Ashton em evento organizado pela organização German Marshall Fund.
O novo governo da Ucrânia, que tomou o poder quando o presidente pró-Rússia Viktor Yanukovich foi deposto depois de meses de protestos de rua, disse que precisa desesperadamente de dinheiro para cobrir as despesas, incluindo as importações de gás e evitar um possível default da dívida.

Fonte:G1 e AFP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.