Defensoria derruba liminar que impedia demolição da Vila Autódromo

A Defensoria Pública derrubou na noite desta terça-feira (25) a liminar que impedia a demolição, e consequentemente, a mudança de cerca de 300 famílias da Vila Autódromo, na Zona Oeste do Rio, para o Parque Carioca, que fica a um quilômetro da comunidade. Por meio do Núcleo de Terras e Habitações (Nuth) e do Núcleo de Defesa dos Direitos Humanos (Nudedh), a defensoria entrou na Justiça com pedido de suspensão parcial da liminar que não deixava os moradores efetuarem a mudança.

Com a revogação parcial da liminar, as 40 famílias que iriam fazer a mudança no último fim de semana, vão se mudar nesta quarta-feira (26).

A decisão de derrubar a liminar foi tomada durante encontro do defensor geral, Nilson Bruno, na sede da Defensoria Pública, na terça-feira com mais de 100 moradores da Vila Autódromo. De acordo com assessoria de imprensa da Defensoria Pública, na segunda-feira (24), uma comissão da comunidade procurou o órgão, buscando uma solução para a questão. Na ocasião, foi apresentado o contrato da casa já assinado com a Caixa Econômica Federal, autorizando a mudança.
Protesto contra demolição
Em outubro de 2013, cerca de 100 pessoas se reuniram em frente à Prefeitura do Rio, no Centro,  em protesto pela permanência da comunidade Vila Autódromo. Os manifestantes desejavam entregar para as autoridades um abaixo-assinado com assinaturas de famílias que desejavam continuar vivendo na região. Eles pediam ainda o reconhecimento do chamado “Plano Popular”, que “concilia a permanência dos moradores no local, as necessidades urbanas criadas pelas Olimpíadas e melhorias nas condições de vida da localidade.”
 Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.