De volta em “Meu Pedacinho de Chão”, Juliana Paes diz ser uma defensora das novelas mais curtas

Por Thalyson Silva

"Eu sou uma defensosa das novelas mais curtas."

“Eu sou uma defensosa das novelas mais curtas.”
Juliana Paes estará de volta nas produções da Globo com a trama em estilo de fábula, “Meu Pedacinho de Chão”. Para ela, está sendo uma honra trabalhar com o diretor Luiz Fernando Carvalho. Outro fator que fez Juliana aceitar o convite dele foi o curto prazo de duração da  novela, que a atriz se diz defensora da causa.
Com 15 anos de carreira, Juliana abriu mão de dois meses da sua licença maternidade para dar vida a personagem Catarina na novela substituta de “Joia Rara”.
“Essa é a primeira novela das seis que faço, abri mão de dois meses da minha licença maternidade, mas era um convite irrecusável. Sempre sonhei em trabalhar com o Luiz, é muito bom ter um diretor que quer ver o que você quer dar e não fica te tolhindo com marcas, roteiro, tempo”, elogiou a atriz.
Paes comenta um pouco de como será sua personagem na obra de Benedito Ruy Barbosa. Na novela, sua personagem é casada com o coronel Epaminondas Napoleão, papel de Osmar Prado, onde ele a trata com uma boneca.
“Catarina é a boneca do Epa, uma mulher com vestes inspiradas em Maria Antonieta [rainha francesa], mas com comportamento de criança. É uma mulher que ri alto, expansiva, que não respeita as convenções sociais”.
A atriz também é a favor do curto tempo de duração da novela, que será exibida dentro de quatro meses, no total de 105 capítulos, Juliana se diz uma defensora das novelas mais curtas.
“Eu sou uma defensosa das novelas mais curtas. Acho que a tão falada, temida e odiada barriga da novela às vezes acontece por conta de uma obra muito longa”, opinou.
Ainda segundo Juliana, todo o elenco da Globo tem se reunido com o diretor da emissora, Carlos Henrique Schroder, para estudar novas soluções a fim de evitar repetição de elenco e de incentivar projetos mais enxutos.
“Passar mais de um ano na sua vida em um projeto é muito desgastante e periga a gente perder o tesão de fazer. Quando você tem uma novela menor, você vai com força até o final”, explicou Juliana.


Fonte:TV Foco

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.