Crack apreendido em Macapá é avaliado em meio milhão de reais

Abinoan Santiago

Droga estava escondida em um forro de uma casa na Zona Sul de Macapá (Foto: Abinoan Santiago/G1)Droga estava escondida no forro de uma casa na Zona Sul de Macapá (Foto: Abinoan Santiago/G1)
A Polícia Civil do Amapá calcula em mais de R$ 500 mil, os quase 40 quilos de crack apreendidos na noite de sexta-feira (7) em uma casa no bairro Zerão, Zona Sul de Macapá. A droga estava dividida em 36 tabletes avaliados entre R$ 13 mil e R$ 15 mil, cada. Eles seriam distribuídos em vários pontos de tráfico na capital, segundo informou neste sábado (8) a Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE).
A polícia conseguiu chegar até a droga após abordar na BR-210 um carro que seria utilizado como “disque-entrega” do entorpecente em Macapá. O motorista do veículo estava com um quilo de crack e R$ 3 mil. Ele indicou o restante da droga e mais R$ 1,5 mil na casa de um parceiro no bairro Zerão. Ambos foram presos em flagrante.
Delegado da DTE, Marko Scaliso (Foto: Abinoan Santiago/G1)Delegado da DTE Marko Scaliso
(Foto: Abinoan Santiago/G1)
“Iniciamos a investigação no fim de fevereiro e constatamos que esse veículo fazia a distribuição da droga. Na sexta-feira conseguimos localizá-lo na BR-210. O motorista apontou onde estaria a mercadoria e encontramos na casa do parceiro dele, mais de 30 tabletes de crack escondidos no forro do banheiro. (…) O carro funcionava como ‘disque-entrega’ de drogas, mas sempre em valores considerados grandes”, explicou o delegado da DTE Marko Scaliso.
As duas pessoas presas serão indiciadas por tráfico de drogas e associação ao tráfico. O pedido de encaminhamento de ambos à penitenciária do Amapá será enviado à Justiça ainda neste sábado, conforme declarou o delegado da DTE, que também informou a possibilidade de haver mais pessoas envolvidas. “Vamos continuar investigando se há uma quadrilha”, acrescentou.

Apreensões
Essa foi a terceira apreensão de drogas em três meses no Amapá. As duas primeiras acontecerem em fevereiro. No total, a DTE calcula que já foram apreendidos em torno de 50 quilos de drogas somente em 2014. O número é quase a metade do registrado no ano anterior, quando houve a apreensão de 110 quilos de entorpecentes, estimados em R$ 1,5 milhão.
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.