Com mais de mil casos confirmados, Maringá enfrenta epidemia de dengue

Números divulgados nesta sexta-feira (28) pela Secretaria Municipal de Saúde de Maringá, no norte do Paraná, apontam que a cidade enfrenta uma epidemia de dengue. Segundo o balanço, foram confirmados 1.193 casos da doença de janeiro até agora. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o município é classificado em situação de epidemia quando tem mais de 305 casos confirmados da doença para cada 100 mil habitantes. Segundo o Censo 2010 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Maringá tem 357 mil habitantes.
O balanço divulgado nesta sexta-feira aponta ainda que são 4.778 casos notificados de dengue entre janeiro e março de 2014, com duas mortes por causa da doença.
Além do alto número de casos confirmados, a secretaria mostra preocupação também com o alto índice de infestação do mosquito. No primeiro Levantamento de Índice de Aedes aegypti (Lira), divulgado no dia 17 de março, o número chegou a 2,4%. A recomendação do Ministério da Saúde é que o índice não ultrapasse 1%.
A secretaria informou que continuará realizando ações de combate à dengue na cidade. “A ação efetiva é somar forças. O poder público totalmente mobilizado em conjunto com a população”, afirmou o secretário municipal de Saúde, Antônio Carlos Nardi.
Uma das medidas é a aplicação de inseticida por meio de nebulização, processo conhecido como “fumacê”, nos bairros da região norte da cidade, onde estão concentrado o maior número de casos confirmados.
A abertura das Unidades Básicas de Saúde dos bairros Quebec e Pinheiros até às 22h será mantida. As demais unidades da cidade funcionam das 7h às 18h. A orientação é que qualquer pessoa com sintomas de dengue procure a UBS mais próxima e faça o tratamento correto, evitando a automedicação.
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.