Com axé e música afro, Salvador encerra festejos pelos 465 anos

Henrique Mendes

Durval Lélys (Foto: Marcelo Gandra/Agecom)Durval Lélys na Praça Cairu, na noite deste domingo, em Salvador (Foto: Marcelo Gandra/Agecom)
As comemorações do aniversário de Salvador, que foram iniciadas há uma semana, chegaram ao fim na noite deste domingo (30), após oito dias de celebrações que integraram a programação do “Festival da Cidade”. A conclusão dos festejos na Praça Cairu, um dos três palcos oficiais do evento, foi marcada pela mistura da música afro com a axé music, ritmos representados pelo grupo Male Debalê e pelos cantores Durval Lélys e Bell Marques. De acordo com a prefeitura, o evento deste domingo reuniu 30 mil pessoas.
Os shows da noite foram iniciados por volta das 19h, uma hora e meia após o horário marcado pela prefeitura. No palco, o bloco afro Malê Debalê, que comemora 35 anos de história, levou para o público indumentárias, músicas e danças que celebram a cultura afrodescendente. De acordo com o diretor e fundador do bloco, José Cláudio, a participação do grupo no evento é uma evidência do fortalecimento dos grupos afro.
Sobre o aniversário do município, José Cláudio disse que Salvador é um local sem espaço para preconceito. “Temos que agradecer a Salvador neste aniversário. Agradecer por ser uma cidade que cabe todo mundo: negros, branco, louros e morenos “, disse.
Malê de Balê (Foto: Valter Pontes/Agecom)Malê DeBalê na Praça Cairu, em Salvador, na noite deste domingo (Foto: Valter Pontes/Agecom)

Com os demais integrantes da banda Asa de Águia de férias, o cantor Durval Lélys subiu ao palco por volta das 20h20. Em entrevista ao portal G1, o cantor disse que estava honrado em cantar pela primeira vez na Praça Cairu, espaço que entrou na roteiro de shows do município. “Aqui é o núcleo energético de Salvador, que liga as cidades baixa e alta. Tava de férias, mas quando recebi o convite não pude recusar”, relatou o cantor que não cobrou cachê pela apresentação.
O cantor ainda relatou que a banda Asa de Águia está passando por uma fase de reestruturação. “Estamos estudando novos modelos de gestão, o que é comum em qualquer negócio. Por esse motivo, a banda está tirando umas férias prolongadas”, contou Durval ao relatar que não tem perspectivas de deixar os vocais do grupo.
Durval (Foto: Marcelo Gandra/Agecom)Durval Lélys não cobrou cachê pela apresentação em Salvador (Foto: Marcelo Gandra/Agecom)
Festival
Em entrevista ao portal G1, o secretário de Desenvolvimento, Cultura e Turismo de Salvador (Sedes), Guilherme Bellintani, disse que o “Festival da Cidade” veio este ano para consolidar a programação do aniversário da cidade na agenda do município.
Apesar da festa deste ano ter sido custeada com lucros do carnaval, o secretário disse que espera para o próximo ano obter patrocínio. Bellintani disse que este ano recusou um patrocínio de R$300 mil por considerar que o valor estipulado não valorizava o produto.  “Com o sucesso do festival, esperamos uma oferta maior para o próximo ano. No mínimo, R$1 milhão”, relatou.
Ainda segundo Bellintanni, os três dias de festa contaram com um público total estimado de 130 mil pessoas.
Malê de Balê (Foto: Valter Pontes/Agecom)Malê DeBalê foi uma das atrações na noite deste domingo em Salvador (Foto: Valter Pontes/Agecom)
Fonte:g1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.