Bottas punido por lance com Ricciardo; Alonso escapa por toque em Kvyat


Pela segunda vez em duas etapas, Valtteri Bottas não conseguirá largar na posição em que se classificou. Dessa vez, o companheiro de Felipe Massa na Williams foi punido pela direção de prova com a perda de três posições por atrapalhar Daniel Ricciardo, da RBR, durante a disputa do Q2 no treino classificatório (veja no vídeo) e caiu da 15ª para a 18ª posição no grid de largada para o GP da Malásia. Na etapa anterior, na Austrália, o finlandês havia caído cinco colocações por ter trocado o câmbio de seu FW36. Ricciardo reclamou bastante do comportamento de Bottas no incidente.  
– Vou conversar com ele. Aconteceu várias vezes no ano passado, para ser honesto. Já corremos diversas vezes em categorias de base e achei que tínhamos muito respeito um pelo outro, mas é um pouco difícil ver quantas vezes ele tem feito isso agora.
Bottas é o primeiro da história a levar ‘pontos na carteira’
Com a punição, Bottas se tornou o primeiro piloto da história da Fórmula 1 a levar “pontos na carteira”, no sistema que foi implementado na categoria este ano. O finlandês agora possui dois pontos e caso some 12 será suspenso automaticamente por uma corrida.
– Acho que não houve nada demais. Nós dois estávamos forçando o ritmo. Para mim, não houve incidente. Pensei que não haveria dificuldades. Era uma situação difícil. Tivemos um problema de rádio na curva 9 e a equipe me disse que eu tinha uma distância à frente ou atrás de Ricciardo. Tentei seguir na frente. Ele estava vindo muito rapidamente e ficou mais perto do que eu esperava nas últimas curvas. No fim, não lhe custou nada – justificou-se o finlandês da Williams.
Valtteri Bottas no treino classificatório para o GP da Malásia (Foto: EFE)Valtteri Bottas no treino classificatório para o GP da Malásia (Foto: EFE)

Alonso é absolvido por toque em Kvyat

Já no julgamento de outro incidente, a direção de prova foi menos dura. E o sorriso de Fernando Alonso ao sair da sala dos comissários evidenciava que ele tinha escapado de uma punição por causa do toque em Daniil Kvyat. Também durante o Q2, o espanhol não viu a STR do russo se aproximar e o fechou. O choque quebrou a suspensão de sua Ferrari, mas o time italiano trabalhou rapidamente no conserto do carro, mandando o espanhol de volta à pista a tempo de se classificar para a superpole. Com isso, o bicampeão mundial segue no quarto lugar do grid de largada.
– Eu não o vi. Essa é a verdade. Eu fiz a curva e apenas senti que o acertei. Eu nem o vi antes de bater.  Não vi o replay, então não posso dizer de onde ele estava vindo, se ele estava freando tarde. Nessas condições de visibilidade é surpreendente ser atacado dessa forma – contou Alonso.
Daniil Kvyat explicou que acreditou que Alonso estava dando passagem para ele,  e por isso colocou o carro por dentro:
– Já nos falamos. Foi apenas um mal-entendido entre nós dois. É muito simples. Eu apenas achei que ele estava me deixando passar. No fim, está tudo OK.
O GP da Malásia está marcado para as 5h da manhã deste domingo (horário de Brasília).
Fonte:Globoesporte.com

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.