Beija-Flor protesta na Sapucaí após ficar de fora do Desfile das Campeãs

Gabriel Barreira

Beija-Flor fez protesto do alto do camarote (Foto: Alexandre Durão/G1)Beija-Flor fez protesto do alto do camarote (Foto: Alexandre Durão/G1)
A Beija-Flor ficou inconformada com sua ausência do Desfile das Campeãs, neste sábado (8), na Marquês de Sapucaí. O feito, que não se repetia há mais de 20 anos, provocou a fúria dos diretores da agremiação de Nilópolis. No camarote, próximo à concentração, foram exibidas duas faixas.  Uma dizia “Não desfilamos hoje! Viemos entender o porque, mas estamos sim entre as campeãs de 2014” e a outra “Uma vez injustiçada, olhai por nós”.
Neguinho da Beija-Flor comparece à Sapucaí, mesmo fora do Desfile das Campeãs (Foto: Marcelo Elizardo/ G1)Fora das Campeãs, Neguinho da Beija-Flor
comparece à Sapucaí  (Foto: Marcelo Elizardo/ G1)
O intérprete Neguinho da Beija-Flor também compareceu à Sapucaí. “É o tal negócio, os jurados assim entenderam. Eles fazem curso. Não tem o que falar”, disse ele.
À frente da bateria da Grande Rio, sexta colocada em 2014, Mestre Ciça também não escondeu a insatisfação com os jurados, instantes antes da abertura do Sábado das Campeãs. “Se dermos 110%, pode ter certeza de que não ganharemos 10 de pelo menos dois julgadores”, desabafou ao portal G1.

7º lugar amargo
Os anos de 1992 e 2014 guardam trágicas semelhanças para os torcedores mais supersticiosos da Beija-Flor. Nos dois anos, a escola foi a última do dia a cruzar a avenida. Nos dois anos, o tema do enredo foi sobre a televisão. Nos dois anos, nem o samba de Neguinho da Beija-Flor foi capaz de evitar a decepção. E o pior: o resultado também foi o mesmo, o sétimo lugar e a ausência da azul e branco do Desfile das Campeãs. O ano de 1992, aliás, foi o último em que a “Beija” não voltou à Avenida no sábado.
Fonte:G1

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.