‘Até então, eu era heterossexual’, diz Aline, eliminada do ‘BBB 14’

Aline Dahlen foi eliminada do “Big Brother Brasil 14” na noite desta terça-feira, 11, com 80 % dos votos em um Paredão em que enfrentou Marcelo. Durante conversa com jornalistas no Projac, na Zona Oeste do Rio, questionada pelo EGO, Aline falou sobre sua sexualidade e definiu seu comportamento sexual.
“Até então eu era heterossexual. Rótulos me incomodam. Posso conhecer uma mulher, casar e adotar filhos. Não quero levantar bandeira disso. Beijei as meninas na casa porque me deu vontade e foi só isso. Tudo é possivel e pode acontecer, mas não me rotulo como lésbica. Não gosto de mulher no sentido de amizade. Não tenho paciência com mulher amiga. Meus amigos são homens e alguns gays”, afirmou ela – que trocou beijos com Clara e Vanessa durante sua participação no programa.
Aline Dahlen, eliminada do 'BBB 14' (Foto: Isac Luz/ EGO)Na entrevista, a atriz confirmou que já namorou o apresentador Otávio Mesquita. “Ele é um querido e se o visse, eu iria correndo. Mas agora ele está casado, com filho. É um querido mesmo e mora no meu coração. Foi namoro sim o que tivemos.”
Aline comentou ainda um hábito curioso que se tornou público durante o confinamento: o de passar limão nas axilas para evitar o que ela chama de “suvaqueira”. O hábito, de acordo com a eliminada, começou através da sua mãe. “Tinham desodorantes bons na casa, mas na fase de virar mocinha aconteceu. Tenho sangue negro sem dúvida, dá pra ver só maneira como eu danço, e a suvaqueira se não cuidar vem. Minha mãe que falava isso do limão. Ela passava também no meu cabelo por causa da raíz”, explicou.
Briga com Marcelo
Aline ficou assustada com o seu índice de rejeição, o maior desta edição do programa: “É rejeição total. Vou mudar de planeta, pois de pais não vai adiantar. Muita gente antes de me conhecer não ia com minha cara. Eu sou um travesti, sou expansiva, teatral e não é fake”.
Aline Dahlen, eliminada do 'BBB 14' (Foto: Isac Luz/ EGO)No Paredão, a atriz enfrentou Marcelo e explicou a briga que teve com o ex-parceiro de confinamento: “Ele é gente boa, mas ninguém estava na minha pele naquele momento. Ele passou a mão na bunda da Vanessa, mostrou o pinto pra Clarinha e depois veio dizer que não sabia o que sentia pela Ângela. Ele veio pra cima de mim e eu não levo desaforo pra casa. Tentei me defender. Joguei o líquido e o copo Sempre quis fazer isso. Quando vi o copo e aquela carona do Marcelo, não pensei duas vezes. Se eu tivesse um vaso também jogaria”, resumiu.
Questionada sobre a vida profissional a partir de agora, Aline disparou: “Se o povo está me odiando tanto assim, será que alguém vai me dar emprego? Já fiz figuração na ‘Malhação’, falava com todo mundo, mas agora o que vier está bom. Hoje em dia sou elenco de apoio e com fala. Estou quebrada na praça, devendo a alma pro capeta. Não sei ainda para que lado vou seguir. Depende muito das propostas.”
http://ego.globo.com/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.