Assista hoje em “Pecado Mortal” (26/03/2014): Bernardo pede perdão para Giancarlo

Carlão confessa ter traficado drogas e Das Dores se recusa a prendê-lo, sabendo da sua inocência. Ele provoca Picasso e busca mais informações sobre a acusação feita a Otávio. Dorotéia reivindica seu posto como comandante do jogo. Ela diz para Danilo que votação deve ser feita pela liga de bicheiros. Das Dores diz para Patrícia que poderá perder cargo de corregedora por conta da acusação de Picasso. Ela diz que Carlão se entregou para polícia no lugar do irmão. Carlão diz para Das Dores que tentará arrancar confissão de Picasso que o prejudique. Das Dores cede e o prende em cela vizinha a de Picasso.

Bernardo pede perdão para Giancarlo e os dois se abraçam, emocionados. Carlão diz para Patrícia que não podia deixar que Otávio fosse preso após ser baleado. Votação empata e Dorotéia ameaça atirando, negando-se a deixar o posto. Carlão encontra furos nas acusações feitas por Picasso e o deixa apreensivo. Das Dores diz para Carlão que eles precisam de provas contra Picasso para reverter armação feita por ele. Helena diz que Veludo tem provas contra policial e que eles devem convencê-lo a testemunhar. Carlão descobre que Ilana é próxima a Veludo e pode servir como álibi. Patrícia diz para Otávio que Carlão entregou-se para polícia em seu lugar por conta de acusação de tráfico.

Otávio, ainda machucado, decide ir atrás do irmão e diz não ser justo Carlão ser preso por sua causa. Danilo aponta arma para Dorotéia e dá prazo para que ela deixe a casa dos Ashcar. Ilana vai até delegacia e diz para Carlão que sabe paradeiro de Veludo. Das Dores escuta conversa e manda policiais atrás de Veludo. Otávio se entrega para policia, deixando Carlão em choque. Mineral captura Juliano. Veludo é preso e diz que seu depoimento poderá comprometer Picasso, Otávio e Carlão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.