Adiado júri de Farah Jorge Farah, cirurgião acusado de matar paciente dentro do consultório

O julgamento do ex-cirurgião plástico Farah Jorge Farah, acusado de matar e esquartejar a amante Maria do Carmo Alves, em 2003, que estava marcado para a manhã desta segunda-feira (10), em São Paulo, foi adiado pela quinta vez por determinação da Justiça.

O juiz Rodrigo Tellini de Aguirre Camargo aceitou o pedido da defesa do réu, que não abriu mão de quatro testemunhas (duas de defesa e duas de acusação) que não foram localizadas e não compareceram ao júri. No ano passado já haviam sido quatro adiamentos. O julgamento foi remarcado para o dia 12 de março, às 9h30. 

Fonte:R7 e Agência Record

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.