Alemanha condena execução de refém japonês por jihadistas do EI

Alemanha condena execução de refém japonês por jihadistas do EI

O titular de Relações Exteriores alemão, Frank-Walter Steinmeier, condenou neste domingo (25), em comunicado, a execução do cidadão japonês Haruna Yukawa pelas mãos dos jihadistas do grupo Estado Islâmico (EI).

“Estou profundamente comovido pelo assassinato de um refém japonês pelos terroristas do EI”, declarou o ministro, que expressou aos parentes e amigos da vítima, assim como ao povo japonês, suas “mais profundas condolências”.

O texto acrescenta que o governo alemão “condena energicamente este crime”.

“Este ato de barbárie do EI reforça nossa vontade de continuar lutando com todas nossas forças contra o terror desumano desta organização”, conclui