Flix TV - Assista TV no PC

Editora Nemo lança novo álbum da coleção erótica ‘Safadas’

Dando sequência à sua provocante coleção de HQs eróticas, a Editora Nemo lança em Julho nas livrarias e lojas especializadas ‘Safadas: Lingerie’ (Dessous fripons). Como nos dois primeiros álbuns, esse terceiro volume traz uma coletânea de histórias carregadas de sensualidade e paixão. A edição produzida originalmente pela Les Humanoides Associés traz quadrinistas europeus renomados, em 80 páginas, formato 20 x 28 cm, ao preço de R$ 39,00.

Em ‘Safadas: Lingerie’ o sexo e o erotismo são os temas principais. Jogos de sedução, o revelar e o esconder de uma peça de roupa, o mostrar e o deixar por ver estão nesta terceira coletânea. O álbum produzido para leitores adultos que gostam de HQs envolvendo beleza e sensualidade traz obras de Alex Varenne, Altuna, Annie Goetzinger, Arno, Baru, Bignon, Bourguignon, Chiavelli, Clavé, Denis Frémond, El Nowotny, Enki Bilal, Gigi, Guy Vidal, Hérody, Jean-Pierre Gibrat, Louis Retif, Marcelé, e Patrick Cauvin.



Fonte:Info Animation

Continue reading

Após quatro dias, integrantes da FNL deixam fazenda de Flora Rica

Ariane Viana

Na tarde desta quarta-feira (23), a Polícia Militar cumpriu a reintegração de posse da Fazenda João Paulo III, em Flora Rica. A área havia sido invadida por integrantes da Frente Nacional de Luta, Campo e Cidade (FNL) na noite do último sábado (19) por 80 famílias, conforme o movimento.
Segundo a Polícia Militar, a saída foi pacífica e parte dos membros já deixaram a área. O restante aguarda um ônibus que seguirá para Marabá Paulista. A corporação afirma que 45 pessoas estavam na propriedade.
Esta foi a 17ª vez que a área foi invadida, segundo o coordenador regional do movimento, Luciano de Lima, que afirma que o local está abandonado há anos, a casa está vazia e não há animais sendo criados ou plantações.
“Todas as vezes que invadimos esta propriedade, ela estava desocupada. Quando conseguiram um mandado para que liberássemos a área, porque um novo dono havia sido nomeado, nós respeitamos a decisão e saímos. Queremos que algo seja feito definitivamente”, afirma.

Lima diz ainda que a invasão da terra foi pacífica e barracos haviam sido erguidos para abrigar as famílias. Eles querem que a propriedade seja destinada à reforma agrária.
Fonte:G1

Continue reading