Flix TV - Assista TV no PC

Danilo marca no fim, Corinthians arranca empate do Palmeiras e mantém tabu


fonte: Folhapress


Danilo marca no fim, Corinthians arranca empate do Palmeiras e mantém tabu

Danilo marca no fim, Corinthians arranca empate do Palmeiras e mantém tabu

Parecia que o Palmeiras quebraria um tabu incômodo diante do arquirrival no Pacaembu. Desde 1995, o alviverde não batia o Corinthians no estádio do Pacaembu. O time de Dorival Júnior vencia a equipe de Mano Menezes até os 46 da etapa final, quando Danilo decretou a igualdade no dérbi paulista.

Em jogo muito equilibrado, os arquirrivais protagonizaram um clássico nervoso no Pacaembu. Ainda na primeira etapa, que foi mais parelha, Henrique aproveitou falha da zaga alvinegra e abriu o placar. Na etapa final, que foi mais corintiana, Danilo aproveitou chance e empatou a partida.

Com o resultado, o Palmeiras se manteve na décima quarta colocação com 36 pontos, enquanto o Corinthians chegou aos 53 pontos e segurou a terceira colocação. Na próxima rodada, o Timão recebe o Coritiba na partida que marca o retorno a sua Arena. O Palmeiras, por sua vez, visita o Bahia em Salvador.

O jogo

Cientes da importância da partida, os arquirrivais começaram com o jogo cautela, trocando muitos passes e sem deixar suas retaguardas desprotegidas.  Aos 10 minutos, o primeiro lance de perigo foi corintiano. Jadson deu belo passe para Luciano, que parou em ótima defesa de Fernando Prass.

Na sequência, o Corinthians se animou e esboçou uma pressão. Aos 17 minutos, Fágner foi ao fundo e rolou para Luciano. O atacante chegou batendo, mas foi bloqueado por ótimo corte do argentino Tóbio.

Sem conseguir manter o mesmo ritmo, o Corinthians pagou pela desatenção de sua defesa. Aos 25 minutos, Valdívia prendeu bola no meio e rolou para Wesley livre na direita. O volante levantou à meia altura e Henrique, livre, apareceu para balançar as redes da meta de Cássio, abrindo o placar no Pacaembu.

Empolgados pelo gol, quase os donos da casa ampliaram o placar. Após levantamento na área corintiana, Tóbio subiu sozinho e testou para fora do gol de Cássio, perdendo ótima chance criada pelos alviverdes.

No que seria a última resposta do Corinthians no primeiro tempo, Jadson levantou na área, Anderson Martins subiu e testou firme à esquerda do gol de Fernando Prass, mantendo a vantagem palmeirense ao final dos 45 minutos iniciais.

Na volta dos vestiários, foi o Palmeiras quem começou assustando o time de Mano Menezes. Aos seis minutos, João Pedro foi ao fundo e cruzou na direção de Mazinho, que não conseguiu alcançar e não fez o segundo por pouco.

Logo depois, Bruno Henrique dominou pelo meio e arriscou de fora. A bola fez curva e explodiu na trave de Fernando Prass, vendido no lance.

Após um bom início de segunda etapa, o jogo voltou a ficar truncado e com muitos cartões amarelos para os dois lados. Somente aos 30 minutos, alguém criou um lance de perigo. Fábio Santos achou Luciano na área e bate firme para ótima defesa de Fenando Prass, que salvou os donos da casa.

Na resposta, Wesley ganhou de Gil, avançou pelo meio e chutou rasteiro. Cássio se esticou, não achou nada, mas a bola acabou tocando a trave caprichosamente e saiu pela linha de fundo.

Os ânimos voltaram a se acirrar e o chileno Valdívia foi o protagonista. Após jogada individual na linha de fundo, o palmeirense irritou Gil e os dois iniciaram uma breve confusão, contida pela arbitragem.

No final da partida, o Corinthians conseguiu converter sua pressão derradeira em gol. Danilo, que entrada há pouco na vaga de Fábio Santos, aproveitou corte ruim da zaga palmeirense, bateu firme e, com desvio da zaga rival, venceu Fernando Prass e decretou a igualdade no dérbi.


Continue reading

Mega Senha – 25/10/2014 sábado

Exibido aos sábados, às 23 h, o Mega Senha deste sábado, 25, trás a participação d… Continue lendo. Clicando aqui você pode assistir completo.Arquivado em:Sem categoria Tagged: assistir mega senha 25/10/2014, mega senha 25/10/14, mega senha 25/10/2014, mega senha 25/10/2014 completo, … Continuar lendo
Continue reading

Brahimi perto de golo madrugador, aos dois minutos

10′ Arouca quase marcava! Iván Marcano “entregou” a bola ao ataque do Arouca e André Claro, com um remate de primeira, proporcionou a Fabiano uma incrível defesa.

8′ Excelente jogada coletiva do FC Porto, com Juan Quintero a cruzar para Jackson Martínez, mas o colombiano não teve espaço para rematar. 

6′ Fabiano a segurar, após uma tentativa de cabeceamento de André Claro, ex-avançado do FC Porto. 

6′ Relvado em muito mau estado no Municipal de Arouca. A bola “saltita” muito, algo que complica a circulação e o modelo de posse. 

5′ Tentativa de remate de Artur, ao lado do alvo. 

4′ Arouca cria perigo, na sequência de um pontapé de canto. Brahimi afastou o perigo ao segundo poste. 

3′ Jackson Martínez recolhe a bola na grande área, após passe de Brahimi, mas vai ao chão e fica a pedir penálti. Xistra manda jogar… 

2′ Brahimi no primeiro lance de perigo do FC Porto, ao rematar à entrada da grande área. A bola não fez a curva desejada. 

1′ Carlos Xistra apita para o início do jogo! Bola para o Arouca. 

AROUCA: Mauro Goicoechea; Bálliu, Nuno Coelho, Diego, Tinoco; Bruno Amaro, David Simão; Pintassilgo, Artur, Nelsinho; André Claro. Suplentes: Rui Sacramento, Miguel Oliveira, Nildo, Hugo Monteiro, Rui Sampaio, Dallo e Roberto. 

FC PORTO: Fabiano; Danilo, Iván Marcano, Bruno Martins Indi, Alex Sandro; Casemiro, Héctor Herrera, Juan Quintero, Cristian Tello, Brahimi e Jackson Martínez. Suplentes: Andrés Fernández, Maicon, Rúben Neves, Óliver Torres, Quaresma, Ádrian López e Aboubakar. 

O FC Porto procura neste sábado (20.15) colocar sobre pressão o Benfica na liderança da I Liga, na visita ao estádio do Arouca, num jogo da oitava da prova que opõe duas equipas recém-eliminadas da Taça de Portugal.

Depois do triunfo do Vitória de Guimarães em Setúbal, na sexta-feira, a equipa portuense ocupa o terceiro lugar, com menos quatro pontos do que o Benfica, e o melhor a que pode aspirar nesta ronda é aproximar-se do rival lisboeta, que apenas entrará em ação no domingo, na visita ao Sporting de Braga.

O FC Porto regressou aos triunfos na jornada anterior (2-1, precisamente, aos bracarenses), após três empates consecutivos no campeonato, mas, depois disso, já foi afastado da Taça de Portugal, pelo Sporting (3-1), e bateu o Athletic de Bilbau para a Liga dos Campeões (2-1).

O Arouca também caiu na estreia na Taça de Portugal, ao perder por 1-0 no recinto do Vitória de Setúbal, e a receção ao FC Porto não parece constituir-se como o encontro ideal para regressar aos triunfos, após duas derrotas consecutivas na I Liga, e melhorar a atual 13.ª posição.


Continue reading