Totti diz que o futebol atual não é tão divertido quanto o praticado há anos atrás

FLIX TV HD

By fofocas

Totti, capitano della Roma

Para o ídolo da Roma, atualmente o jogo é muito mais físico e com menos técnica

Segundo Brendan Rodgers, Balotelli pode estrear já neste fim de semana

FLIX TV HD

By fofocas

Čak 18 igrača ovog ljeta bilo je skuplje od 20 milijuna koliko je Liverpool platio za Balotellija

O treinador elogiou o preparo físico do atacante e planeja usá-lo contra o Tottenham, domingo

É proibido proibir

FLIX TV HD

By fofocas

Uma moradora de Belo Horizonte pode ser a primeira paciente do Brasil a conseguir importar medicamento à base de THC, principal componente ativo da maconha. O tetraidrocanabinol faz parte da lista de substâncias proibidas no país pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). A compra de remédios com canabidiol, outro componente da erva, já tem sido autorizada. A estudante Juliana de Paolinelli Novaes, 35, obteve decisão do Tribunal de Justiça de Minas que obriga a Anvisa a autorizar a compra do Sativex. O remédio, aprovado em 11 países, será para tratar dores crônicas e espasmos causados por um problema na coluna. A mineira aparece no documentário “Dor”, dirigido por Tarso Araujo e Raphael Erichsen e disponível no YouTube. A Anvisa informa que não foi notificada da ação e que esse é o primeiro caso de pedido de importação de THC. Segundo o órgão, a solicitação pode ser feita sem medida judicial, como também ocorre com o canabidiol. “É difícil na prática. Empresas se recusam a importar, alegando a proibição do composto”, diz a estudante. (Mônica Bergamo)

1 2 3 9,641